Você com certeza tem ouvido falar muito sobre sustentabilidade em Shopping Center, não é mesmo? Esse assunto envolve questões de mercado, de percepção do público e do uso racional de recursos naturais. Mas você sabe como pode por essa filosofia em prática no seu negócio?

Neste artigo, queremos discutir um pouco mais sobre isso! Entenda a importância dessa consciência baseada em três pilares (economia, ambiente e social), conheça alguns exemplos de como atender a essa demanda e saiba como começar. Confira!

A sustentabilidade como impulsionadora de conscientização e economia

Sustentabilidade é uma palavra que nunca foi tão popular como é hoje. Seja por necessidade ou por conscientização ambiental, negócios no mundo inteiro estão percebendo que é hora de tratar nossos recursos como finitos e valiosos.

O setor de Shopping Centers foi um dos primeiros a abraçar essa ideia com o conceito de Shopping Verde, principalmente pelo uso plural de recursos na rotina desse tipo de empresa e nas oportunidades que surgem dele.

Essa questão é tão importante que a própria ABRASCE premia Shoppings que investem em sustentabilidade e fomenta projetos nessa área como o ACIONE-SE PELA VIDA e o ACIONE-SE PELO PLANETA. Mas, além dos prêmios, por que mais você deveria se preocupar?

Pensar em uma empresa sustentável é uma forma de diminuir o gasto de elementos importantes como água e energia, além de tornar a operação mais eficiente e economizar nas contas do fim do mês. É ter uma gestão preocupada com o futuro do planeta e o presente do negócio.

Os exemplos mais praticados de sustentabilidade em Shopping Center

Como você pode, então, começar iniciativas sustentáveis e transformar seu empreendimento em um verdadeiro Shopping Verde? Conscientizar é planejar em função do futuro, desde as pequenas mudanças no dia a dia até reformulações completas. Veja os exemplos mais comuns postos em prática atualmente:

Construções sustentáveis

Essa é uma preocupação maior para quem hoje planeja construir um empreendimento desse porte ou que pretende ampliar a infraestrutura atual em busca de um Shopping Verde. Começar uma construção já pensando em soluções sustentáveis é uma forma de incluir desde o início do funcionamento as práticas que trarão o reconhecimento e a economia que discutimos antes.

Isso pode se materializar, inclusive, em certificações nacionais e internacionais de sustentabilidade em edificações comerciais. A iniciativa facilita a gestão de recursos, prevê a utilização do ambiente e conta com soluções planejadas que minimizem o impacto ambiental.

Aproveitamento da luz natural

Muitos dos exemplos que vamos dar derivam desse planejamento de obra (construção ou reforma) para aplicar sustentabilidade em Shopping Center.

Talvez a solução mais comum seja a previsão do uso de luzes naturais para iluminação de corredores e praças de alimentação. Até os anos 1990, era muito comum que Shoppings fossem construídos como caixas fechadas, mas a tendência virou para a melhor.

Quando há mais abertura para aproveitamento de luz natural, é possível utilizar menos luzes durante o dia. Além de economizar na conta, o ambiente se torna mais agradável e convidativo para que as pessoas permaneçam nele por mais tempo.

Mais espaços de convivência e lazer

Quando o objetivo é manter os visitantes por mais tempo, Shopping Centers estão investindo cada vez mais na instalação de espaços voltados para a convivência, saindo um pouco da fórmula básica das praças de alimentação.

Antes de tudo, essa é uma questão de mercado: as compras online estão transformando o público desses empreendimentos, que buscam cada vez mais entretenimento e lazer.

Somando isso à preocupação ambiental, essas áreas podem se tornar espaços para conscientização. Alguns exemplos vêm de Shoppings que apostam em hortas comunitárias, telhados verdes, jardins internos e até programas que envolvam a comunidade.

Essas atrações são uma forma de aproximar ainda mais o empreendimento de seus visitantes. Projetos sociais de educação e conscientização podem ser elaborados pelo Shopping com exposições sobre o assunto, práticas de reciclagem guiadas e atividades temáticas sobre sustentabilidade para crianças.

Retrofit de equipamentos

Conscientização ambiental não quer dizer apenas economizar recursos, mas saber o que fazer com o que for utilizado. A evolução cada vez mais rápida da tecnologia faz com que muitos empreendimentos desse porte descartem com certa frequência equipamentos que já ficaram obsoletos. Será que existe alguma alternativa ao simples “jogar fora”?

O retrofit é o processo de readequar um equipamento para uso com funcionalidades mais modernas ou que atendam a novas regulamentações. A ideia é reaproveitar ao máximo esses recursos para que você não precise adquirir e descartar com tanta frequência.

Mesmo que não dê mesmo para reutilizar aquela máquina específica, quem disse que ela não serve mais? Uma tendência em sustentabilidade em Shopping Center é dar novo propósito a objetos de formas criativas — como a transformação deles em peças de decoração.

Reutilização de água

Falando em reaproveitar recursos, a água potável é um dos bens que temos no planeta que mais se beneficia com o planejamento consciente.

A ideia mais comum é que a água descartada possa ser reutilizada principalmente na irrigação e na limpeza de áreas comuns — estacionamentos, pisos externos etc.

Essa é uma ação que exige um investimento em sistemas de captação, mas que dá retorno nas duas frentes que citamos: economiza na conta de água e ajuda a natureza.

Sistemas inteligentes

Em geral, a tecnologia está avançando muito no auxílio a grandes empreendimentos na hora de economizar, principalmente quando o assunto é energia. Sistemas inteligentes de gestão automatizada são a nova tendência nesse setor.

O controle automatizado do ar-condicionado, por exemplo, permite que a temperatura ambiente esteja sempre agradável, mas sem precisar estar todo o sistema ativo 100% do tempo. Elevadores modernos também podem utilizar sua própria movimentação para gerar e devolver parte da energia gasta para o Shopping.

Um exemplo mais comum e fácil de implementar são as escadas rolantes inteligentes. Elas contam com sensores de presença que reduzem a velocidade quando não estão sendo utilizadas, economizando entre 30% e 45% de energia ao longo do dia.

São vários tipos de equipamentos e estruturas que podem se beneficiar da utilização de sistemas tecnológicos de gestão, basta que a equipe gestora saiba o que e como implementar.

Algumas dicas do Grupo Ease para colocar as alternativas sustentáveis em prática

Falando em implementação, começar ações como essas não é um desafio tão grande quanto parece. A adequação do espaço exige planejamento e investimento, mas esse passo em direção a conscientização pode ser dado com muito menos.

Portanto, invista em sistemas de gestão automatizados e descubra como eles podem contribuir para a economia de recursos. Adquira equipamentos mais eficientes e dê um fim sustentável para os mais antigos.

Além disso, adotar um software ERP é a saída perfeita para migrar toda a sua administração para o meio digital com documentação eletrônica. Assim, o Shopping reduz o uso de papel e economiza espaço de armazenamento, tudo isso ganhando ainda mais em segurança da informação e produtividade.

Acima de tudo, comece com as pessoas. Crie uma cultura entre sua equipe voltada para a sustentabilidade a partir do conceito de Shopping Verde e seja a fagulha de conscientização que vai transformar a visão de todos os colaboradores do seu negócio.

Gostou do artigo? Quer receber mais? Então assine a nossa newsletter!

Escreva um comentário