E-book ERP para Shopping - blog grupo easePowered by Rock Convert

É preciso estar sempre de olho no futuro para sair à frente dos concorrentes e se destacar em um mercado cada vez mais competitivo. Existe uma grande gama de tendências para Shoppings Centers e, por isso, você deve estar sempre atento às melhores oportunidades.

Pensando nisso, listamos algumas das tendências mais interessantes para que tanto o Shopping quanto os lojistas possam aumentar suas receitas, melhorar as suas gestões e atrair um número maior de clientes. Boa leitura!

1. Venda omnichannel

Esse é um conceito relativamente novo e surgiu devido ao aumento de canais de venda ofertados pelas empresas. O termo omnichannel propõe a convergência entre esses canais, de modo que o cliente não perceba diferenças entre o atendimento online e offline.

Dessa maneira, esse tipo de venda foca a satisfação e o conforto do cliente — já que inserindo a compra online no shopping é possível descartar questões de horário e de deslocamento, para que o consumidor possa realizar suas compras onde e quando desejar.

2. Espaços diferenciados

Shoppings Centers já não são locais apenas de compras há muito tempo. Hoje, esses ambientes se transformaram em pontos de encontro e de entretenimento. Para os administradores do Shopping isso é muito positivo, pois contribui para a atração de mais clientes.

Dessa maneira, muitos Shoppings Centers estão focando na interatividade, como a criação de espaços gourmet, onde chefs de cozinha dão dicas sobre receitas, por exemplo. Além disso, eles também estão integrando ao ambiente feiras de artesanato e espaços para recreação infantil, nos quais os pais podem deixar as crianças enquanto fazem as suas compras.

3. Eventos

Por muito tempo os Shoppings utilizavam determinadas datas comemorativas para a realização de eventos, como o Natal e a Páscoa, porém essa realidade está mudando. Para atrair mais e mais clientes, muitos Shoppings estão utilizando da criatividade para a realização de eventos em outras datas, como o Dia do Solteiro, ou para um determinado público — como Fãs de Quadrinhos, Empresários de Moda, entre outros.

4. Gestão de dados

Estamos vivendo a era da informação e, por isso, a coleta, o armazenamento e a análise de dados dos clientes e frequentadores do Shopping, pode ajudar a construir uma melhor experiência de compra.

Os dados comportamentais coletados junto aos consumidores podem ajudar a revelar quais são as principais tendências de consumo e as demandas desses consumidores — otimizando os serviços oferecidos tanto pelo Shopping quanto pelas lojas.

5. Automatização de processos

Realizar a gestão de um espaço como um Shopping Center não é algo simples: são diversas áreas distintas, como a limpeza, administração, segurança, atendimento ao público e vários outros detalhes a serem observados.

Dessa forma, a automatização de processos por meio de um ERP é a maneira mais simples de otimizar os resultados da empresa. Reduzindo custos e evitando erros, esse software de gestão auxilia o administrador na obtenção do máximo de eficiência ao gerenciar, de maneira eficaz, toda a complexidade de um Shopping Center.

6. Marketing sensorial

O marketing sensorial já vem sendo empregado ao redor do mundo e está fazendo bastante sucesso! A técnica consiste em projetar ambientes que sejam estimulantes aos consumidores, por meio de uma arquitetura diferenciada, espaços sonorizados e aromatizados.

Esse tipo de técnica espera fazer com que o cliente acabe ficando mais tempo no ambiente da loja ou do shopping — o que, além de estimular as compras, faz com que esse consumidor crie uma lembrança positiva do local.

Chegamos ao fim do nosso post e esperamos que você tenha gostado das tendências para Shoppings Centers que foram apresentadas aqui.

Solicite Demonstração - blog grupo easePowered by Rock Convert

Escreva um comentário