O Shopping do futuro é um ambiente preparado para melhorar as vendas de seus lojistas e atrair um público cada vez maior. Para isso, é preciso fazer uso das últimas tendências e das tecnologias disponíveis no mercado.

O público tem se tornado cada vez mais exigente e determinadas ações já não surtem o mesmo efeito. É preciso que a administração do Shopping comece a se preparar para atender a demandas diferentes.

Neste post, vamos falar sobre as principais tendências e tecnologias que podemos esperar nos próximos anos dentro dos empreendimentos. Continue conosco e confira!

Tecnologia e Responsabilidade Ambiental

A tendência por utilizar a tecnologia como recurso pra melhorar a responsabilidade sobre o impacto ambiental do Shopping no meio em que está inserido é uma das mudanças que podemos esperar para o futuro.

Entre as atitudes esperadas nesse contexto, podemos citar a criação de estações de recarga de carros elétricos que, mesmo que ainda não tenham ganhado força no Brasil, são considerados os automóveis do futuro.

Além disso, o empreendimento pode iniciar a implantação de mais áreas verdes dentro e fora do Shopping, monitoramento e renovação do ar, iluminação natural, reciclagem e compostagem dos resíduos e economia no uso da água.

Vitrines interativas

Você já pensou em entrar em uma loja e não ter de provar uma roupa, apenas se posicionar em frente a uma tela e verificar como ela fica em você? As vitrines interativas são uma das grandes novidades quando falamos no Shopping do futuro.

Por meio delas, o cliente pode visualizar toda a coleção de uma loja, por exemplo, clicando diretamente sobre a vitrine. Assim, busca informações acerca de cada peça e, até mesmo, provando por meio de realidade virtual.

Além da realidade virtual, outra possibilidade das vitrines iterativas é o uso  realidade aumentada, propondo novas experiências ao consumidor, além da simples exibição de produtos.

Aplicativos integrados

Melhorar a experiência do cliente é um dos objetivos do Shopping do futuro. Isso porque, com a oferta cada vez maior dos e-commerces e compras sem sair de casa, é preciso ter mais ferramentas para conquistar o consumidor.

Com isso, é natural o surgimento de aplicativos integrados que possam surpreender o cliente com a qualidade dos serviços ofertados — como demonstrar lugares livres para estacionar, agregar as promoções de todas as lojas, horários de cinema e outras programações e diversas informações relevantes.

Melhora da conexão com o consumidor

A personalização de ambientes e a oferta de serviços de tecnologia devem ser cada vez mais comuns para atrair consumidores e conectar o espaço do empreendimento com eles. Entre essas tecnologias estão os beacons transmissões capazes de localizar e enviar mensagens para smartphones e pontos de disponibilização de wi-fi. Outra alternativa é o uso da tecnologia geofencing — baseada em localização, está abrindo um mundo de possibilidades para os comerciantes que pode configurar disparadores que enviam uma mensagem de texto, alerta de e-mail ou notificações no aplicativo quando um dispositivo móvel entre (ou sai) na área especificada.

A maioria das iniciativas são voltadas para a utilização dos dispositivos móveis, item comum entre os consumidores, para fomentar o consumo.

Integração entre o e-commerce e as lojas físicas

Podemos esperar cada vez mais a integração entre o mundo virtual e o real. Nesse sentido, a integração do e-commerce e a loja física, através de operações BOPIS (Buy Online and Pick up In Store), na qual os clientes podem realizar suas compras na internet e buscar os produtos na loja física, será algo comum daqui a alguns anos.

O Shopping pode aproveitar para incentivar esse tipo de compra entre seus parceiros de negócio, uma vez que permite que o cliente se desloque até o espaço e acabe consumindo outros produtos e serviços.

Tecnologia de gestão

Sistemas integrados são comuns no mundo dos negócios e, a partir de agora, os softwares chegaram, também, para facilitar a vida dos gestores de Shopping Center.

Os sistemas de gestão permitem controlar todas as atividades desenvolvidas no empreendimento, garantindo visão geral ao gestor e tomadas de decisão muito mais acertadas. A coleta e a análise de dados deve ser algo corriqueiro para o gestor do Shopping do futuro.

Essas são algumas das tecnologias que podemos esperar em implementação no Shopping do futuro, auxiliando a administração a atrair cada vez mais público para o espaço do empreendimento.

E, por falar em futuro, você sabe quais são as tendências de marketing para um Shopping Center? Continue conosco!

Escreva um comentário