E-book ERP para Shopping - blog grupo easePowered by Rock Convert

O reconhecimento facial é um recurso utilizado para identificar pessoas em locais de trânsito frequente. Ele pode ser implementado por meio de softwares disponíveis até no Google Play, como o Photo Tagger. Em Shoppings Centers, câmeras equipadas com essa tecnologia podem ser integradas a sistemas ERP, tornando a tarefa de identificar pessoas muito mais fácil.

Assim sendo, é preciso considerar as características desse recurso, tendo em vista suas vantagens não apenas em termos de segurança, mas para as vendas. Vamos ver então quais são?

Mais segurança para os lojistas e para o público

O tráfego de pessoas em Shoppings Centers é sempre muito elevado, especialmente em finais de semana e feriados. Considerando que em grandes cidades o número de assaltos tem aumentado, tornam-se necessários dispositivos de segurança que facilitem a identificação de potenciais criminosos.

Dessa forma, é possível não só facilitar o trabalho da polícia em ações de captura, como inibir a ação de delinquentes. Ganham lojistas, que passam a contar com um ambiente menos exposto, e, claro, ganha o público, que tem a sua segurança preservada.

Possibilidade de integração com softwares de gestão

Quem está à frente da gestão de um Shopping Center sabe como é importante se apoiar em dados para tomar decisões. Dentre esses dados estão aqueles relacionados à quantidade de pessoas que acessam as dependências, fundamental para atrair investidores e novos lojistas.

Pois um sistema de reconhecimento facial, desde que integrado ao seu software de gestão, ajuda nessa tarefa. Ele pode, por estimativa, calcular quantas pessoas frequentam o estabelecimento, fornecendo um panorama confiável sobre esse importante indicador.

Precisão e (quase) infalibilidade

A tecnologia de reconhecimento já evoluiu o bastante para ser considerada praticamente à prova de erro. Graças a recursos como câmeras equipadas com infravermelho e 3D. Junte a essas tecnologias outras como Machine Learning e IoT e o resultado é o aumento na segurança em todos os níveis.

Possibilidade de utilizar os “provadores inteligentes”

Embora a identificação por rosto seja mais empregada para fins de proteção e segurança, ela também é útil para ajudar nas vendas. É o caso, por exemplo, dos provadores inteligentes, nos quais câmeras integradas a softwares reconhecem o cliente em seu interior.

A partir disso, uma série de interações podem ser realizadas, como ajuste automático da iluminação ou ao permitir que vendedor e cliente se comuniquem a distância. Outra incrível possibilidade é uma espécie de “consultoria de moda”, na qual uma inteligência artificial dá sugestões de look para compor com as peças que estão sendo experimentadas.

Além disso, pode-se reconhecer aquelas que são abandonadas nos provadores, as que são levadas e, assim, saber o que tem mais saída. É ou não é uma grande ideia?

Contudo, para utilizar o reconhecimento facial da melhor forma, é preciso estar por dentro das tendências tecnológicas, aplicando-as no Shopping para usufruir dos seus benefícios. Dessa forma, lojistas e gestores vão muito mais longe nos negócios!

Então, o conteúdo foi útil? Compartilhe em suas redes sociais e mostre seu conhecimento!

Solicite Demonstração - blog grupo easePowered by Rock Convert

Post relacionado

Escreva um comentário