Compor um mix de lojas adequado para o público do seu Shopping Center é uma tarefa que exige planejamento, pois o conjunto ideal de parceiros pode ser diferente, dependendo de várias questões.

Qual a melhor opção? O que trará mais público? Como isso deve ser feito? Para ajudá-lo a tomar a melhor decisão, reunimos algumas dicas sobre o que levar em consideração na hora de escolher o mix de lojas perfeito para seu Shopping. Confira!

Traçar o perfil de seu consumidor

O primeiro ponto a ser observado é acerca do perfil de seu consumidor. Isso pode ser feito verificando onde o seu empreendimento está localizado e levantando o tipo do público dessa região.

Com esses dados em mãos, você poderá criar um perfil geral e algumas segmentações iniciais. Mesmo que boa parte das lojas sejam voltadas para envolver o maior público possível —, é importante que você separe alguns espaços para lojas de nichos específicos.

Dessa forma, você poderá atrair um público geral e também todas as suas segmentações, aumentando o fluxo de pessoas circulando pelo seu empreendimento.

Verificar a possível integração entre lojas

Algumas lojas trabalham bem em conjunto e podem atrair clientes umas para as outras. É claro que, quando você percebe uma oportunidade como essa, o ideal é colocar esses estabelecimentos em locais estratégicos, aproveitando-se dessa relação.

Por exemplo: uma loja de roupas infantis ao lado de uma que comercializa brinquedos. Os pais levam a criança para comprar algumas peças de roupa e acabam passando em frente à loja de brinquedos, aumentando a chance de consumir mais alguma coisa.

Caso você tenha uma vaga em seu espaço, estude bem o setor de atuação das lojas no entorno e converse com os lojistas para verificar qual a melhor opção para ocupar aquele lugar.

Considerar o fluxo de circulação no espaço

Todo Shopping Center possui alguns espaços nos quais a circulação de pessoas é menor, seja porque são cantos mais afastados ou pela falta de interesse do público em se deslocar até esses pontos. O seu empreendimento também deve ter algumas áreas de sombra como essas, não é?

A ideia, aqui, é selecionar lojas com poder de atração para serem inseridas nesses espaços de menor circulação. Isso acaba atraindo clientes — que se deslocam até essa loja e acabam passando em frente a todas que estão no caminho — e fomentando as vendas de todos os lojistas.

Contratar uma consultoria especializada

Mesmo que você tenha anos de experiência à frente de um Shopping Center, montar um mix de lojas que possa trazer valor tanto para os lojistas quanto para os clientes exige muito conhecimento do mercado e das tendências.

Por conta disso, a melhor opção é contratar uma empresa especializada em comercialização de espaços. Essa consultoria pode analisar todas as necessidades de seu empreendimento e apresentar a melhor solução, oferecendo não apenas o estudo do Mix, mas também definição da localização e dimensões de cada operação, definição do layout das áreas de vendas, circulação e apoio, estudo de viabilidade econômico-financeira e muito mais. Isso permite que você, gestor, possa focar totalmente na gestão do Shopping Center.

Para completar seu conhecimento sobre o assunto, que tal ler este post e entender como manter um bom relacionamento com os lojistas? Vamos lá!

Post relacionado

Escreva um comentário