Pode parecer estranho, mas é verdade: muitos empreendedores e gestores no mercado brasileiro guiam seus negócios sem um planejamento financeiro adequado.

Essa é a causa de muitos dos fracassos empresariais — inclusive em Shoppings Centers, que exigem uma integração eficiente entre dados administrativos e operacionais para ter sucesso.

Você quer fugir dessa armadilha? Quer planejar a saúde financeira do seu Shopping, para que ele se destaque entre os concorrentes? Vamos, então, acompanhar um guia sobre o assunto, para que você comece desde já a incluir inteligência, otimização e assertividade na sua administração. Boa leitura!

O planejamento financeiro como chave para o sucesso

Fazer essa relação entre controle financeiro e objetivos alcançados é muito simples. Afinal, você vive isso pessoalmente no seu dia a dia.

Por maior que seja o salário de uma pessoa, se ela gasta sem ter uma ideia de como a fatura está crescendo, não se organiza para pagar as contas e não se preocupa em salvar um pouco a cada mês para o futuro, possivelmente chegará um momento em que faltará dinheiro para as necessidades mais básicas.

Seja para as suas despesas de casa ou na administração de um Shopping, o princípio é o mesmo. Planejamento financeiro é a sua capacidade de monitorar e entender os gastos do presente, projetando um crescimento da receita no futuro.

Nesse setor, essa visão é ainda mais importante, pois a pluralidade desse modelo de negócio pode esconder grandes vilões financeiros nos pequenos detalhes. Não é algo difícil de ser feito, mas é fácil de ser ignorado por gestores que não estão tão preocupados assim com o futuro da empresa.

Se você está lendo este texto, quer dizer que você não é um desses! Portanto, aposte no seu controle financeiro para corrigir desperdícios, otimizar os gastos e preparar o Shopping para se consolidar em qualquer cenário que o mercado apresente.

As ações indispensáveis para um bom planejamento financeiro

Podemos, então, destrinchar um pouco melhor o que significa fazer um bom planejamento financeiro em um Shopping Center. Assim, você começa a se organizar e executar estas ações que são indispensáveis para aprimorar sua gestão.

Faça um levantamento da situação atual

O primeiro passo de qualquer novo planejamento de negócio é definir os pontos de partida e de chegada. Isso significa realizar um mapeamento completo da situação financeira da empresa.

É a hora de levantar despesas e receitas, fazer benchmarks, comparando seus resultados com os concorrentes, e construir seu balanço patrimonial. Essa será a origem para que você defina seus objetivos futuros: expandir o patrimônio, aumentar o tíquete médio, diversificar a oferta de produtos e serviços, etc.

Integre dados de diversas fontes em um só lugar

Levantamento feito, é hora de colocar tudo isso no papel — ou melhor, na tela do computador. O segredo para um planejamento financeiro eficiente hoje é a integração e padronização da coleta de informações em um único ambiente virtual, em que eles possam ser comparados e segmentados.

É essa preocupação em estruturar sua base de dados que simplificará de verdade o seu controle. A ideia é conseguir juntar todos os aspectos da sua gestão em poucas telas, para decisões rápidas e bem-sedimentadas.

Controle o fluxo de caixa

Uma das etapas mais importantes do planejamento financeiro é ter controle rotineiro sobre as finanças do Shopping Center. Não dá para ter previsibilidade e diminuir os riscos de novas estratégias de negócio, se você não consegue definir como funciona o fluxo de caixa.

Esse acompanhamento da movimentação financeira precisa ser feito de diversos ângulos: analíticas ou sintéticas em períodos de curto (diário), médio (mensal) e longo prazo (anual).

Entenda o equilíbrio entre despesas e receitas

Simplificando a ideia desse controle, a saúde financeira de uma empresa está diretamente ligada à relação entre despesas e receitas. A conta é simples: uma despesa menor que a receita é igual a sucesso.

Para atingir esse nível de gestão, você precisa estruturar o monitoramento dessa dinâmica. Isso é feito por meio da automação nos lançamentos com plano de contas, forma e status de pagamentos, valores, centros de custos, prazos, identificação de clientes e fornecedores — ou seja, tudo o que envolve o funcionamento de um Shopping Center.

Tenha controle sobre contratos a pagar e a receber

Ainda existe essa peculiaridade quando falamos em Shoppings: você lida ao mesmo tempo com contratantes e contratados. A relação entre a empresa e seus fornecedores, prestadores de serviço e locatários é, também, uma relação financeira.

Por isso, a gestão de contratos é fundamental para o seu sucesso. Isso implica em um monitoramento automatizado em tempo real das contas a pagar e a receber, com prazos, condições e valores.

No seu caso, é preciso uma atenção especial à inadimplência dos locatários. Antecipar um problema e renegociar dívidas são uma boa saída para manter a saúde financeira e não criar bolas de neve.

Prepare-se para cenários possíveis no futuro

Depois que você consegue controle sobre processos financeiros do presente, você está pronto para pensar no futuro. Uma das grandes habilidades de gestores de sucesso é conseguir preparar a empresa para que esteja consolidada em qualquer conjuntura econômica.

O ideal, aqui, é projetar três cenários distintos: otimista, conservador e pessimista. Se o seu planejamento financeiro consegue dar uma saída para as questões relevantes nas três situações, você garante que o Shopping se mantenha saudável e competitivo por muito tempo.

Nunca pare de investir

Esta é uma dica importante no seu planejamento financeiro: que ele sempre preveja a possibilidade de novos investimentos.

Muitos gestores deixam de investir em momentos de crise, pensando que se resguardar é a melhor estratégia para passar por ela. Na verdade, essa é a hora perfeita para deixar a criatividade fluir e ter ideias disruptivas. Enquanto todos estão se retraindo, o seu controle financeiro lhe dá as armas necessárias para contornar a situação e se destacar nos momentos mais difíceis.

As soluções do Grupo Ease como aliadas nesse processo

Nós falamos muito sobre integração e automação no controle das finanças de um Shopping Center. Falamos da sua importância para o sucesso e como são etapas fundamentais nessa estratégia.

A solução para alcançar esses objetivos hoje é principalmente a inclusão de tecnologia na sua gestão, especialmente de sistemas ERP, que unificam, estruturam e simplificam o acompanhamento de todas as etapas da administração empresarial.

É ainda melhor quando o ERP é especializado em Shoppings. Esse é o caso do Ease Controller.net: o sistema de gestão integrada tem módulos para monitoramento de fluxos de caixa, contas a pagar e a receber, lançamento de despesas e receitas, além de automação na coleta e na segmentação de dados bancários e fiscais. Tudo isso está disponível em um dashboard simples e completo.

O que você está esperando, então, para começar um verdadeiro planejamento financeiro na sua empresa? Entre em contato conosco e conheça o Ease Controller.net. Transforme a sua gestão para sempre!

Post relacionado

Escreva um comentário