Você faz ideia de quanto um Shopping Center pode economizar com um controle mais ativo sobre os custos operacionais? Se você não tem noção, pode estar perdendo uma grande oportunidade de aplicar a redução de custos em Shopping e aumentar a eficiência do negócio. Se tem, mas não sabe o que fazer para controlá-los, precisa descobrir as vantagens de uma administração voltada ao controle financeiro.

Por isso, é importante entender sobre a importância da redução de custos em Shopping Centers. Então, preparamos este artigo para que você entenda como melhorar o desempenho financeiro da sua administração e como a solução do Grupo Ease pode ajudá-lo. Continue a leitura!

Veja motivos para pensar na redução de custos em Shopping Centers

Se existe um erro comum na gestão de Shopping Centers, é um foco muito maior no aumento do faturamento do que na redução dos custos. A pergunta que fica é: por que não ter as duas coisas?

Uma política de controle de gastos na gestão operacional desse tipo de empreendimento funciona como um potencializador do que a empresa ganha. É um tipo de administração voltado para eficiência, que resulta em mais fôlego para investimentos e flexibilidade na hora de se adequar a momentos de crise ou pico de demanda.

Acima de tudo, reduzir custos significa ter uma operação mais enxuta e uma administração facilitada, principalmente com o auxílio de sistemas de gestão especializados — como o Ease Controller.net, do Grupo Ease. Não é uma questão apenas de ter mais dinheiro, mas uma visão mais ampla dos processos que envolvem a manutenção de um Shopping Center para encontrar novas oportunidades de expansão.

Um bom sinal de alerta ao administrador, vem da carteira de recebimentos. Caso o índice de inadimplência sinalize uma tendência de crescimento, é o momento em que o administrador terá que estudar novas formas de reduzir custos para impedir um grande problema no fluxo de caixa.

5 dicas do Grupo Ease para reduzir custos operacionais

Então, para ajudá-lo a conseguir essas vantagens para o seu negócio, preparamos uma lista direta e prática sobre como economizar na gestão de recursos e ainda ganhar, com isso, mais eficiência, otimização de processos e maior controle sobre o departamento financeiro da empresa.

1. Faça um levantamento do gasto atual com recursos

A primeira etapa de qualquer nova estratégia empresarial é levantar a situação atual do negócio para encontrar os problemas que devem ser atacados e as oportunidades que podem ser agarradas.

Portanto, essa é a hora de conhecer e entender todos os custos que envolvem a administração e a operação do seu Shopping Center. Criar um Plano Orçamentário detalhado, mapeado por departamento, promove o acompanhamento mês a mês de gastos fixos, extraordinários, receitas e outros. Assim, o gestor terá uma visão geral dos gastos do empreendimento para tomada de decisão, além de previsão de investimentos para o futuro.

Dependendo do tamanho do empreendimento, o mais recomendado é a contratação de consultoria especializada já nessa etapa ou na aquisição de ferramentas que automatizam essa coleta de dados — como é a solução do Grupo Ease, que tem expertise em fazer levantamentos mais detalhados e confiáveis, que serão o ponto de partida para uma estratégia de economia e um maior controle da produtividade no futuro.

2. Inclua todos os envolvidos no planejamento

Uma dica ótima para potencializar a economia é incluir os colaboradores e locatários nesse planejamento. Acontece que a visão que essas pessoas constroem no dia a dia pode transmitir novas perspectivas e ajudá-lo a identificar mais oportunidades.

Essa atitude de um gestor é fonte de benefícios em dois aspectos importantes: de um lado, traz os envolvidos para o seu lado, formando um time que trabalha junto para reduzir gastos — já que essa estratégia afeta a todos eles.

Por outro lado, as percepções e sugestões de quem trabalha diariamente em cada departamento pode ajudar a encontrar novas formas de economizar, ideias inovadoras e diferenciadas que você, talvez, não consiga enxergar a princípio.

3. Invista em equipamentos sustentáveis

Por mais que pareça um paradoxo, gastar para economizar é sempre uma estratégia eficiente. A cada ano surge, no mercado, novos equipamentos sustentáveis, como sistemas de reaproveitamento de água ou de aproveitamento da energia solar.

Mesmo que não sejam produtos focados na economia de recursos, equipamentos mais novos são mais eficientes na gestão de energia e exigem menos gastos com manutenção. Cabe a você identificar a melhor hora de atualizar a estrutura para receber economia em retorno.

4. Negocie bastante

Grande parte dos gastos de um Shopping Center está na gestão de contratos com colaboradores e compra com fornecedores. É por isso que negociar preços é uma estratégia que nunca sai de moda.

No caso de contratos fixos, é preciso discutir e negociar ao máximo uma redução. No fornecimento, uma condição melhor de pagamento já pode ser o suficiente para controlar melhor as finanças. Além disso, a terceirização de processos é uma ótima tática para dar mais previsibilidade aos gastos ao longo dos meses.

5. Cuide dos pequenos gastos

Cuidar dos pequenos gastos é uma dica de ouro, principalmente para grandes corporações. Acontece que os pequenos desperdícios, ao longo do tempo, se somam em grandes gastos no fim do mês.

Quanto maior é um negócio, mais dinheiro se perde em detalhes operacionais — pode ser uma luz acesa em uma sala vazia ou uma pia que não fecha completamente. Quando um superintendente ou administrador tem um mapeamento bem estruturado e um controle eficiente de custos, esse tipo de problema é facilmente identificado e corrigido.

Entenda como funciona a redução de custos com o auxílio de um ERP para Shopping

Nas nossas dicas de como aplicar a redução de custos em Shopping Centers, falamos muito sobre controle, porque só uma gestão integrada e tecnológica permite que se tire o máximo de uma estratégia de economia.

Afinal, a reengenharia que Shoppings Centers vêm fazendo para reduzir os custos sem comprometer a qualidade, manutenção, segurança e limpeza e, claro, sem comprometer também os resultados econômicos dos empreendedores, torna inevitável a necessidade de se modernizar a fim de tornar-se ainda mais competitivo.

Nesse cenário, uma grande solução é o investimento em um sistema de ERP para Shopping. Esse tipo de software permite a coleta automatizada de dados, que são organizados em um ambiente único e modular. O cruzamento dessas informações é a fonte para encontrar despesas desnecessárias e descobrir como resolvê-las.

Em um cenário em que a eficiência de processos e redução de custos em Shopping é tão importante, investir em um sistema tecnológico especializado no segmento, como o Ease Controller.net, e contar com um gestor preparado é a combinação certa para o sucesso.

Que tal então se tornar o motivador de performance e economia onde você trabalha? Continue na página do Grupo Ease e leia este artigo sobre como os indicadores de desempenho podem melhorar a gestão de um negócio! Até a próxima!

Post relacionado

Escreva um comentário