E-book ERP para Shopping - blog grupo easePowered by Rock Convert

Poucas coisas são mais nocivas a um negócio do que a inadimplência. Uma gestão ruim das dívidas e de informações sobre os devedores pode contaminar relatórios financeiros, criar instabilidade no faturamento e até inviabilizar a empresa.

Mas como diminuir a inadimplência? O que você pode fazer? Não existe uma resposta única a essas perguntas, mas a mistura de tecnologia e capacidade de negociação sempre ajudam. Neste artigo, vamos contar exatamente o que você precisa para não transformar o problema em um monstro. Acompanhe!

Tenha informações relevantes sobre os clientes

Existe uma verdade universal nos negócios que ganha cada vez mais importância em um mercado digitalizado: quanto melhor for seu gerenciamento de informações sobre os clientes, mais poder sua empresa tem para negociar, prever problemas e encontrar soluções.

No caso da inadimplência, não basta um cadastro com dados básicos — você precisa de mais consistência e relevância nessa pesquisa. Hoje é possível armazenar e traçar históricos de pagamentos dos clientes ou o cumprimento de contratos de lojistas ao longo de grandes períodos de tempo.

Serviços como SPC e o Serasa, e recursos, como relatórios e dashboards automáticos para controle de inadimplências, fornecem informações importantes que podem ajudá-lo a identificar um possível inadimplente ou encontrar a melhor forma de garantir um pagamento.

Invista em tecnologia para diminuir a inadimplência

Quando falamos de público geral ou de lojistas, mesmo que você tenha uma forma de coletar todos esses dados sobre os contratos e transações, é muito difícil lidar com um volume tão grande de informações sem um apoio tecnológico.

Os softwares de gestão empresarial, conhecidos como ERP, são a solução mais usada no mundo todo para gerir e controlar tanto a parte administrativa como financeira de um negócio. Quando um sistema único e integrado relaciona o financeiro com a contabilidade, fica muito mais fácil gerenciar faturamento, receita e, principalmente, identificar questões relacionadas à inadimplência antes que se tornem um problema mais significativo.

Aposte em relacionamento

Tendo informações amplas e confiáveis sobre clientes, contratos, pagamentos e compras, é a hora de incluir o fator humano nessa rotina administrativa para aproximar o cliente. O relacionamento constante e saudável com sua base permite que a cobrança seja feita de forma natural e não invasiva, motivando o cliente a se manter em dia.

Principalmente no caso de lojistas, o bom relacionamento facilita na hora de encontrar uma solução para a inadimplência amigável e imediata, antes que a dívida se torne uma bola de neve. Se o problema é com o consumidor final, uma relação apoiada pela tecnologia (com automação de marketing pós-venda) pode ser mais eficiente para lidar com um grande volume de pequenas dívidas a serem resolvidas.

Esteja sempre preparado para negociar

E é claro que a negociação continua sendo a principal arma contra a inadimplência. Sentar para conversar e ceder sempre que possível é a forma mais antiga para resolver pendências antes que o caso se torne muito complexo ou vá parar na justiça.

Aqui, mais uma vez, a tecnologia é uma grande aliada. Um bom sistema ERP com informações suficientes sobre cada caso pode apontar a melhor forma de negociar cada dívida, baseando-se no histórico do devedor, sua capacidade de crédito e hábitos na hora de buscar uma reconciliação.

Ou seja, aliar a tecnologia de bons sistemas de gestão com empatia e capacidade de negociação é, hoje, a melhor resposta para como diminuir a inadimplência. Se esse é um problema que vem atrapalhando o seu negócio, busque formas de gerir melhor as suas informações sobre clientes e comece a negociar!

E aí, gostou do artigo? Então siga-nos nas redes sociais para acompanhar todas as novidades e ficar sempre por dentro das melhores soluções para problemas de mercado. Estamos no Facebook, LinkedIn e Google+.

Solicite Demonstração - blog grupo easePowered by Rock Convert

Escreva um comentário