A gestão de fornecedores, também conhecida como Supplier Relationship Management (SRM), é indispensável para empresas de A a Z. Priorizá-la é, além de uma questão estratégica, parte de uma gestão sólida e direcionada a resultados. Sem esse componente, o empreendimento se arrisca a naufragar ou, na melhor das hipóteses, a ficar à deriva nesse imenso oceano que é o mercado.

A razão para isso é que fornecedores compõem a base que dá sustentação aos negócios que atuam junto ao consumidor final. Seja abastecendo gôndolas e prateleiras com produtos ou distribuindo matérias-primas para a prestação de serviços, lá estão eles fazendo a diferença.

Por isso, não há instituição lucrativa que abra mão de acompanhar de perto o relacionamento com seus fornecedores. Em construtoras, então, essa gestão é ainda mais importante, tendo em vista prazos e o fluxo de materiais e insumos constante. Neste artigo, destacaremos em que pontos essa relação se fortalece ao utilizar o sistema para gestão empresarial Ease Controller.Net. Boa leitura!

Como fazer uma boa gestão de fornecedores?

É possível estabelecer uma parceria frutífera com os fornecedores ao colocar em prática algumas estratégias. A seguir, confira algumas das principais.

1. Integrar financeiro e outros departamentos

Há dois setores para os quais todas as atividades de uma empresa convergem: o RH e o financeiro. Logo, não se pode começar a gestão de fornecedores quando a parte financeira da empresa não atua em sinergia, recebendo e enviando dados para apoiar a tomada de decisão.

É na gestão desse fluxo de dados que o Ease Controller revela sua maior utilidade. Por meio do módulo Contas a Pagar (CP), é possível descentralizar o controle de despesas, automatizando a execução de pagamentos e vencimentos.

E ainda, ele permite que se façam pagamentos eletrônicos por troca de arquivos de remessa e retorno com bancos via Multipag, SISPAG, OBB e PAGFOR, por exemplo.

Outra vantagem é que o setor de compras ganha mais agilidade, atuando em sinergia com o financeiro na hora de verificar a procedência de um pedido. Isso evita fraudes internas, melhorando o compliance.

2. Automatizar o fluxo de caixa

A gestão de um negócio só se torna efetiva quando o fluxo de caixa é controlado de perto. Esse controle, por sua vez, só pode ser feito quando se conta com ferramentas que permitam automatizá-lo.

Considere também que o fluxo de caixa é o seu melhor “conselheiro”. Afinal, é por ele que a empresa extrai informação a respeito dos seus custos fixos e variáveis para relacionar receitas e despesas. Dessa forma, empreiteiras e construtoras ganham previsibilidade, podendo planejar-se em médio e longo prazo.

Nesse aspecto, o controle do fluxo de caixa com o módulo CP conta ainda com diversas funções que agregam agilidade e visão estratégica:

  • cadastro completo dos fornecedores com dados bancários, contábeis, retenções e contratos;
  • distribuição das contas a pagar por centros e custos (setores);
  • recursos de geração automática de empenho para os arrecadadores;
  • acompanhamento das contas bancárias com cálculo automático do saldo;
  • controle das fichas CPs por fornecedores ou tipo (adiantamento, despesa, provisão e empenho);
  • anexação das notas fiscais eletrônicas aos registros das fichas CP.

3. Respeitar os prazos

O que é a rotina de uma construtora que não seja o cumprimento de prazos? Entregar uma obra dentro do cronograma previsto é questão de sobrevivência, já que lojistas e fornecedores trabalham com base em metas, as quais são necessariamente vinculadas a prazos.

Ou seja, a construtora que não consegue entregar uma obra dentro do período previsto estará em sérias dificuldades. Em resumo, garantir o cumprimento desses prazos é um passo decisivo ao consolidar a gestão de fornecedores.

Nesse ponto, os relatórios subdivididos nas categorias de títulos “Pagos” e “A vencer” no módulo CP representam muito mais controle sobre os cronogramas. Sua construtora terá, ao alcance de apenas um clique, mais capacidade de governança, podendo se antecipar em seus pagamentos e compromissos assumidos junto aos fornecedores.

4. Aumentar a inteligência de negócios

Avançando na gestão de fornecedores, o módulo CP do Ease Controller permite integrá-lo a outros módulos como o de Planejamento Orçamentário (PO), Suprimentos (SM) e Contabilidade (CT). Isso expande as possibilidades em termos de geração de dados estruturados, aumentando a inteligência de negócios (BI).

Empresas que são orientadas por Business Intelligence são muito mais competitivas. Afinal, nelas, as decisões são sempre tomadas com base em informação de alto nível. No ramo da construção, isso faz diferença, por exemplo, ao analisar potenciais mercados, investimentos em infraestrutura ou antes de decidir por uma expansão.

5. Utilizar a tecnologia com consciência

Por mais que a tecnologia seja uma poderosa aliada, sem a mente humana ela não teria qualquer aplicabilidade. Ao utilizar um ERP ou um sistema como o Ease Controller, o uso dos recursos tecnológicos passa a ser mais consciente. Isso porque o software é desenvolvido com base na experiência de gestores como você.

Sendo assim, nele, a gestão da construtora tem as ferramentas de que precisa na medida certa, sem recursos “extras” que só servem para encarecer o produto. Afinal, quem trabalha no ramo da incorporação imobiliária comercial não pode ser dar ao luxo de investir em recursos inúteis, concorda?

Quais são as vantagens de uma gestão de fornecedores bem-feita?

Gostaríamos de destacar três das principais vantagens que sua construtora percebe ao utilizar o Ease Controller, em especial quando equipado com o módulo Contas a Pagar. Confira!

Processos mais ágeis

Imagine que uma obra esteja na iminência de ter um material em falta e que esse insumo leva algum tempo para chegar. Com um sistema projetado sob medida, sua construtora ganha a capacidade de antever esse gargalo. Desse modo, poderá agir a tempo de garantir o fornecimento e não interromper suas atividades.

Redução nas falhas

Quanto mais capacidade de se antecipar e mais tarefas automatizadas, menores serão as chances de falha humana ou ser pego de surpresa. Simples, não?

Facilidade para alcançar metas

No aspecto das metas, construtoras não são diferentes de empreendimentos voltados ao comércio. Ou seja, ao gerir seus contratos de fornecimento apoiada em um sistema como o Ease Controller, terá mais controle de preços e prazos. Dessa forma, poderá estipular metas dentro do que a sua realidade permite.

Neste artigo, você conheceu os passos envolvidos na gestão de fornecedores em construtoras e suas vantagens. Esperamos que, com essas informações, seus resultados sejam ainda melhores.

Quer saber ainda mais? Faça contato e conheça mais de perto as soluções que o Grupo Ease tem para o seu negócio!

Escreva um comentário